© 2016 por Wanderson Miranda de Almeida. Proudly created with WIX.COM

Está sofrendo? Seja feliz, não se envergonhe!

 

Você está sofrendo? Já sofreu alguma vez? Gosta de sofrer? Quantas perguntas, não é?

Não conheço alguém que goste de sofrer, mas conheço muita gente que está sofrendo por algum motivo, faz parte. A vida nos traz coisas maravilhosas, mas também, problemas – muitos ou poucos. Doenças, problemas de relacionamento, incompreensão... Não quero ocupar muito espaço com uma lista aqui.

No entanto, olhando para os tipos de sofrimento, quero falar apenas sobre dois: sofrimento por pecar e sofrimento por ser cristão. “Como assim, Wanderson?”, você pode perguntar. E eu irei responder.

Em 1 Pe 4.14-16 lemos assim: “Se vocês são insultados por causa do nome de Cristo, felizes são vocês, pois o Espírito da glória, o Espírito de Deus, repousa sobre vocês. Se algum de vocês sofre, que não seja como assassino, ladrão, criminoso ou como quem se intromete em negócios alheios. Contudo, se sofre como cristão, não se envergonhe, mas glorifique a Deus por meio desse nome.”.

O apóstolo Pedro nos diz que podemos sofrer por causa do nosso pecado ou por causa de práticas que não deveríamos ter: “...como assassino, ladrão, criminoso ou como quem se intromete em negócios alheios”. Quando alguém sofre por causa dessas coisas, é porque ele buscou, e como diz um ditado: “Quem procura acha!”. O assassino – quando pego – sofrerá as consequências por seus atos. Da mesma forma, os outros citados no texto. Quem vive na prática de “coisas erradas” irá sofrer, as pessoas deveriam entender isso.

Também é bom lembrar que a Bíblia diz que o homem colherá o que planta (Gl 6.7). Há muitas pessoas plantando ódio e não conseguindo entender o motivo de colherem (receberem) o ódio dos outros. E há tantas outras coisas que as pessoas plantam e não entendem que estão lançando uma semente de péssima qualidade e, mais cedo ou mais tarde, colherão o fruto de acordo com o que plantaram. Isso não é bom! O apóstolo disse que não devemos sofrer por essas coisas, porém fala sobre um outro tipo de sofrimento: sofrimento por ser cristão. Esse tipo de sofrimento é bom! Aliás, é ótimo!

Quando sofremos por sermos cristãos, não podemos nos envergonhar. Temos que glorificar a Deus, engrandecer o nome de Deus. Por quê? Porque estamos passando pelo mesmo que Cristo passou. Jesus sofreu por nossos pecados e é uma honra para nós sofrermos por causa do nome dele.

Mas como vem esse sofrimento? “Se vocês são insultados por causa do nome de Cristo, felizes são vocês...”. Pode vir das pessoas que não entendem a mensagem evangélica e nos insultam, da mesma forma que Jesus foi insultado. As pessoas, em sua ignorância, falavam mal de Jesus. Até mesmo “religiosos” – aliás, ser religioso serve para quê?

O sofrimento também pode vir através de alguma forma de perseguição, mas não podemos e nem devemos ficar espantados com isso. Todo aquele que conhece um pouco da Palavra de Deus sabe que isso iria acontecer. Por que ficar chateado? O texto diz que somos “felizes” por causa do nome de Cristo. Aleluia!  

Toda pessoa pode evitar o sofrimento que vem por causa da prática do pecado e que não é nada legal, trazendo tristeza. Mas toda pessoa também pode sofrer por ser cristã e isso é uma honra e motivo de grande felicidade.

Se você está sofrendo por ser cristão, quero lhe dizer uma coisa que eu disse lá no início: Está sofrendo? Seja feliz, não se envergonhe!

Leia também: Você jogará a culpa em quem?

Wanderson Miranda de Almeida, 27 de outubro de 2019.