Por que eu não paro de frequentar uma igreja?

Em um momento como o nosso, no qual muitas pessoas estão parando de frequentar sua igreja local, entendendo que isso não é mais necessário, quero dizer por que eu não faço isso.

Não paro de frequentar uma igreja porque assim é mais fácil manter comunhão com meus irmãos em Cristo. Se eu quiser ser cristão a distância, como terei comunhão com meus irmãos?

Não paro de frequentar uma igreja porque a Bíblia diz que eu devo usar meus dons para a edificação do corpo de Cristo, sendo assim, entendo que a igreja local é um excelente lugar para exercitar boa parte dos dons dados por Deus.

Não paro de frequentar uma igreja porque essa atitude sempre me leva a pensar em coisas espirituais e em meu compromisso com Deus. Não estou dizendo que não pensemos em coisas espirituais fora do templo, mas, tendo o compromisso semanal com uma igreja local, pelo menos pensaremos em coisas espirituais uma vez por semana.

Não paro de frequentar uma igreja porque sei que sempre estarei em contato com a Palavra de Deus, sendo ensinado, exortado e fortalecido pelos estudos, pregações e lições que serão estudados. Isso é de fundamental importância para nós.

Não paro de frequentar uma igreja local porque entendo que Deus quer que eu esteja ali, sendo assim, nem precisaria dizer mais nada. Deus nos abençoe!


Wanderson Miranda de Almeida, 26 de janeiro de 2020.


Não deixe de visitar minha loja!! Clique aqui!!!

7 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

E se você morrer hoje?

O dia 5 de novembro de 2021 ficará marcado na história e no coração de muita gente. Esse foi o dia da morte de Marília Mendonça, cantora sertaneja de 26 anos e que vinha fazendo um enorme sucesso. Mar

Precisamos levantar a nossa voz

Em um dia desses, estava assistindo à tv, quando, no intervalo, começou a passar o comercial de uma música. Dança pra lá de sensual e uma letra um pouco obscena. Com um pouco de curiosidade, peguei me

Que voz você tem ouvido?

Eu estava aqui, pensando nas diversas vozes do nosso tempo. Mas é bom deixar bem claro que não estou falando das “vozes musicais” (soprano, tenor, baixo...) nem da voz usada na comunicação oral. Quand