© 2016 por Wanderson Miranda de Almeida. Proudly created with WIX.COM

Ser cristão é coisa séria

 

“E sucedeu que todo um ano se reuniram naquela igreja, e ensinaram muita gente; e em Antioquia foram os discípulos, pela primeira vez, chamados cristãos” (Atos 11:26)

 

Os crentes em Cristo Jesus foram chamados de cristãos porque eles adoravam a Cristo. Além da adoração a Cristo, eles começaram a anunciar o nome de Cristo por onde passavam, então receberam esse título. É bem provável que, num primeiro momento, esse nome tenha sido usado para ridicularizá-los, mas isso pouco importa. A palavra cristão deriva do nome Cristo e isso é uma honra para nós.

            Infelizmente esse título de cristão está totalmente banalizado nos dias de hoje. Uma pessoa fala que é cristã simplesmente porque frequenta uma igreja cristã, talvez até tenha seu nome como membro daquela igreja cristã, mas isso não adianta de nada. Ser cristão é muito, muito mais que isso. Temos muitos filhos do diabo dentro das igrejas e dizendo que são cristãos. Estão totalmente enganados.

            Ser cristão é:

  • Reconhecer Cristo como Senhor e Salvador da nossa vida. “Antes crescei na graça e conhecimento de nosso Senhor e Salvador, Jesus Cristo. A ele seja dada a glória, assim agora, como no dia da eternidade. Amém” (2 Pedro 3:18). Reconhecer Cristo como Salvador é entender que Ele é o Único caminho para o céu: “Disse-lhe Jesus: Eu sou o caminho, e a verdade e a vida; ninguém vem ao Pai, senão por mim” (João 14:6). Jesus Cristo foi o enviado de Deus para resolver o problema do pecado da humanidade. Ele assumiu nossos pecados, pagou nossa dívida e nos oferece vida eterna: “Porque Deus amou o mundo de tal maneira que deu o seu Filho unigênito, para que todo aquele que nele crê não pereça, mas tenha a vida eterna. Porque Deus enviou o seu Filho ao mundo, não para que condenasse o mundo, mas para que o mundo fosse salvo por ele. Quem crê nele não é condenado; mas quem não crê já está condenado, porquanto não crê no nome do unigênito Filho de Deus” (João 3:16-18). Reconhecer Cristo como Senhor é reconhecer que Ele é a autoridade máxima em nossa vida. Quando digo reconhecer, não estou dizendo que é para alguém falar que reconhece e continuar vivendo do mesmo jeito. Estou dizendo que é para entregar a vida a Cristo e procurar viver como Ele quer, pois Ele é o Senhor e nós somos os servos. Quem não faz isso não é cristão, antes leva uma vida de engano e está caminhando para o inferno.

  • Ter compromisso com uma vida santa. “Mas, como é santo aquele que vos chamou, sede vós também santos em toda a vossa maneira de viver; porquanto está escrito: Sede santos, porque eu sou santo” (1 Pedro 1:15,16). O cristão tem compromisso com o afastamento do pecado em todas as suas formas e com a busca por Deus. Nenhum pecado pode ser aceito em nossa vida. A Bíblia traz uma lista enorme de pecados, coisas que desagradam a Deus e muitos “cristãos” os praticam escancaradamente, sem nenhuma preocupação e depois dizem: “Eu sou cristão!”. O cristão tem compromisso com Cristo, o Senhor, mas muitos não entendem isso. Muitos aprenderam que a igreja é mais importante que Cristo, aprenderam muitos rituais e não aprenderam o básico sobre a vida cristã. Uma vida de afastamento do pecado faz parte da vida do cristão.

  • Ter compromisso com a divulgação da mensagem cristã. “Portanto ide, fazei discípulos de todas as nações, batizando-os em nome do Pai, e do Filho, e do Espírito Santo; Ensinando-os a guardar todas as coisas que eu vos tenho mandado; e eis que eu estou convosco todos os dias, até a consumação dos séculos. Amém” (Mateus 28:19,20). O cristão genuíno tem compromisso com a divulgação dos ensinos de Jesus. Ele nos deixou essa missão. A mensagem do evangelho não é para ficar na nossa cabeça, mas deve sair pela nossa boca. Peçamos ousadia ao Senhor para falarmos dEle a todos que não o conhecem. Cristo precisa ser conhecido, o plano de salvação precisa ser conhecido, não podemos ter medo de falar do nosso Senhor e Salvador. E se as pessoas não gostarem? Respondamos como Pedro e João: “Porque não podemos deixar de falar do que temos visto e ouvido” (Atos 4:20). Não podemos nos conformar com esse mundo. E uma das formas de mostrarmos que não estamos conformados é ensinando a mensagem salvadora, a mensagem de Jesus.

  • Deixar Cristo viver através de nós. “Já estou crucificado com Cristo; e vivo, não mais eu, mas Cristo vive em mim; e a vida que agora vivo na carne, vivo-a pela fé do Filho de Deus, o qual me amou, e se entregou a si mesmo por mim” (Gálatas 2:20). Quando assumimos um compromisso com Cristo, queremos que Ele viva através de nós. Nesse momento, não serão nossas vontades, mas as dEle. Buscaremos comunhão constante com Ele através da oração e da meditação na Palavra de Deus. E quanto mais formos nos aproximando do Senhor, sentiremos que estamos mudando, veremos o mundo de outra forma, comportaremo-nos de outra forma, nossa vida será outra porque Cristo vive em nós.

Ser cristão não é brincadeira, é coisa séria. Espero que possa ter colaborado um pouco para você entender isso e que nossa vida seja para a glória do Senhor a cada dia.

Wanderson Miranda de Almeida, 19/02/2017.