top of page

Vencendo gigantes

Durante o tempo que passamos neste mundo, podemos dizer que todas as pessoas têm algo em comum: precisam enfrentar gigantes. Quando penso em gigantes, estou pensando em tudo aquilo que pode vir contra nós: enfermidades, lutas, provações, pessoas que querem nosso mal... e por aí vai.

No entanto, por maiores que sejam os gigantes que tentam nos derrubar, nós podemos vencê-los. E, claro, se tem uma história bíblica que pode nos ajudar a descobrir como fazer isso, é a história de Davi contra o gigante Golias. Você se lembra desse fato?

Em I Samuel 17 encontramos a história do gigante Golias, homem de quase três metros de altura, que atormentava o povo de Israel. De acordo com o texto bíblico, o filisteu Golias ameaçava o povo de Israel e, sem papas na língua, pedia que se levantasse alguém para lutar contra ele:

"E parou, e clamou às companhias de Israel, e disse-lhes: Para que saireis a ordenar a batalha? Não sou eu filisteu e vós servos de Saul? Escolhei dentre vós um homem que desça a mim.

Se ele puder pelejar comigo, e me ferir, a vós seremos por servos; porém, se eu o vencer, e o ferir, então a nós sereis por servos, e nos servireis.

Disse mais o filisteu: Hoje desafio as companhias de Israel, dizendo: Dai-me um homem, para que ambos pelejemos" (1 Samuel 17:8-10).

Diante das ameaças do gigante Golias, Saul e todo povo de Israel tiveram medo (v.11).

Não sei se você já passou por isso, mas, é bem provável que sim. Você estava vivendo sua vida quando, de repente, apareceu um gigante (seja ele o que for). Nesse momento, qual foi sua atitude? Não precisa me responder. Acho melhor não responder mesmo! Rs.

Sem ter a sua resposta e imaginando que ela não seria algo positivo, quero trazer algumas coisas que podemos aprender no texto de I Samuel para enfrentarmos os gigantes que aparecem em nossa vida.

Só venceremos os gigantes se os enfrentarmos. Talvez você já desanime aqui, mas, o que eu posso fazer? Você acredita que poderemos vencer os gigantes se nos trancarmos no quarto, fecharmos a porta e esperarmos o tempo passar? Isso é ilusão, não dá certo. Davi, que não era um soldado, um homem de guerra, diante do medo dos demais, assumiu o problema e disse que iria enfrentar Golias (v. 32). O que você está esperando para enfrentar os gigantes da sua vida?

Para vencermos os gigantes, não podemos ouvir os pessimistas (v. 33). Cuidado com as pessoas que estão a sua volta. Muitas delas dirão que você não conseguirá, que não há nada a fazer, que já era... e o que você fará? Quando Davi decidiu enfrentar o gigante Golias, o rei Saul falou com ele que ele não poderia fazer isso. É claro que sempre as pessoas tentarão desanimar você e darão motivos para isso. O rei Saul também fez assim. Disse a Davi que não poderia enfrentar o gigante porque ele ainda era muito jovem e o gigante era homem de guerra. Graças a Deus, Davi não deu ouvidos a Saul, enfrentou o filisteu e o derrotou. Já é hora de você fazer o mesmo: não ouça os pessimistas que estão querendo te desanimar, levante-se e enfrente seus gigantes.

Precisamos usar as experiências que tivemos (vs. 34-37). Para mostrar que poderia enfrentar o gigante, Davi conta a Saul suas experiências ao defender as ovelhas de seu pai, quando enfrentou um urso e um leão e os derrotou. Dessa forma, Davi estava mostrando que podia lutar contra Golias. Aprenda com Davi: use suas experiências para enfrentar as batalhas do presente. Busque em sua mente se você nunca passou pelos mesmos problemas ou por coisas parecidas. Pense também se você nunca ouviu falar sobre pessoas que tiveram vitórias nessas áreas. Coloque a mente para funcionar, e, muitas vezes, você verá que as coisas pelas quais passou ou soube de alguém que passou te darão o necessário para vencer as batalhas de hoje.

Muitas vezes, venceremos gigantes com objetos costumeiros, deixando de lado o que pode ser útil a outros (vs. 38-40). Acho isso muito interessante. Saul tentou preparar Davi para a batalha colocando uma armadura nele, mas havia um “pequeno” problema: Davi não estava acostumado a usar armadura, Davi não estava acostumado com “roupas de guerra”. Muitas vezes, somos tentados a resolver nossos problemas, a lutar contra nossos gigantes da mesma forma que outros lutam, com as mesmas armas que outros lutam. O grande problema é que o que é bom para os outros não, necessariamente, será bom para nós. Nem todo remédio que resolve o problema de uma pessoa resolverá o problema de outra.

Saul quis colocar uma armadura em Davi para que ele pudesse lutar, mas não deu certo. Sendo assim, Davi pegou sua funda, algumas pedras (coisas com as quais já estava acostumado) e foi enfrentar o gigante.

Precisamos transformar o tamanho do gigante em energia para a batalha (vs. 41-47). De acordo com o texto, ao ver Davi, o gigante o desprezou e começou a falar um monte de bobagens, como se a batalha estivesse ganha, mas o que Davi fez? Ficou com medo e foi embora correndo? Não. Davi transformou toda aquela afronta em energia para a batalha.

Lembro-me de ter sido chamado no início do ano pela diretora da escola onde trabalho e de ela ter tentado me convencer a não assumir a minha turma do quarto ano de escolaridade porque, devido a fofocas sem fundamento, várias mães foram à escola pedir para tirar os filhos da minha turma e os colocarem em outra turma. Ao ouvir aquela proposta, minha resposta foi a seguinte: “Agora que não saio mesmo. Irei com minha turma até o fim do ano!” Já estamos no meio do ano, estou fazendo meu trabalho como sempre e as coisas estão indo bem, graças a Deus! Essa pressão para eu entregar a turma só serviu de energia para continuar meu trabalho. Faça o mesmo!

Precisamos enfrentar os gigantes com seriedade. Há muita gente brincando com os problemas, com os gigantes que surgem durante a caminhada, e, ao fazer isso, acabam se complicando ainda mais. Davi não brincou. Tanto é que, ao atingir o gigante e vê-lo caído, partiu para cima dele, pegou a espada e acabou o serviço cortando seu pescoço. Na luta contra gigantes, não podemos brincar, a coisa é séria.

Gigantes são vencidos com confiança em Deus (vs. 41-47). Precisei inverter a ordem do texto, falei da seriedade primeiro, mas agora voltarei alguns versículos aqui, porque isso aqui é o principal. De tudo que vimos até aqui, o que mais fará diferença na sua luta contra gigantes é a sua confiança em Deus.

Depois de ouvir as afrontas do gigante Golias, Davi poderia desistir, sair correndo..., mas a fé de Davi em Deus o fez continuar. Vejam o que ele disse: “Davi, porém, disse ao filisteu: Tu vens a mim com espada, e com lança, e com escudo; porém eu venho a ti em nome do Senhor dos Exércitos, o Deus dos exércitos de Israel, a quem tens afrontado. Hoje mesmo o Senhor te entregará na minha mão, e ferir-te-ei, e tirar-te-ei a cabeça, e os corpos do arraial dos filisteus darei hoje mesmo às aves do céu e às feras da terra; e toda a terra saberá que há Deus em Israel; E saberá toda esta congregação que o Senhor salva, não com espada, nem com lança; porque do Senhor é a guerra, e ele vos entregará na nossa mão” (I Samuel 17:45,46,47).

Ao se oferecer para enfrentar o gigante filisteu, Davi não contava com sua força, como alguns podem pensar. Apesar de tudo que foi dito antes, na hora do “vamos ver”, Davi mostrou exatamente o que se passava em seu coração. E o que era? A sua fé de que o Deus que foi afrontado lhe daria a vitória naquela batalha. Isso é o que deve ficar de lição para nós.

Há um ditado muito conhecido que diz algo de que precisamos nos lembrar: “Não mostre a Deus o tamanho do seu problema, mas mostre ao seu problema o tamanho do seu Deus”. Gigantes sempre surgirão, mas todos poderão ser derrotados, desde que os enfrentemos com fé no nosso Deus, o Deus dos impossíveis.


Wanderson Miranda de Almeida, 14 de julho de 2023.



12 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

De que adianta ser de uma igreja grande?

É impressionante como ainda há pessoas que se vangloriam por ser de igrejas grandes, parecendo até que a Bíblia diz que isso é bom, mas não diz, lógico! Essas pessoas são dignas de pena. Sou de uma ig

O que a cegueira espiritual faz?

No livro de Jeremias, no capítulo 44, vemos mais um absurdo feito pelo povo de Deus. Como aconteceu muitas e muitas vezes, o povo foi castigado por fazer algo que desagradava a Deus. Novamente, o prob

Bruna Karla fala e o povo cristão se cala

A cantora Bruna Karla está sendo atacada violentamente nas redes sociais. O motivo? Seu comentário sobre a homossexualidade. De acordo com as notícias, a cantora disse que não cantaria no casamento de

Comments


bottom of page